• Sugestões de Melhoria e Reclamações

    Na Universidade de Coimbra, a sua opinião conta.

    Por isso criámos o Sistema Integrado de Melhorias: um canal aberto para a apresentação de sugestões de melhoria ou reclamações, possibilitando assim que o possamos servir cada vez melhor.

    Para manifestar a sua opinião específica sobre a página web UC.PT, clique aqui.

    Obrigada.
    Universidade de Coimbra

    Imagem de teste reCAPTCHA
    Captcha incorrecto.
    Escreva as palavras acima: Escreva os números que ouve:

Coleções - Legislação - COPCON apoia pára-quedistas (Comunicado - 20/11/75)

COPCON APOIA PÁRA-QUEDISTAS

(COMUNICADO - 20/11/75)


1. Em todas as circunstancias têm os oficiais, sargentos e praças em serviço no Comando do COPCON e Destacamento do Forte do Alto do Duque, procurando manter a coesão das Forças Armadas, através do diálogo permanente com todas as partes, mas sem que em qualquer momento, tivessem sido afectados os canais normais da hierarquia ao nível dos três ramos.
2. Considera-se que essa atitude adquiriu particular significado em momentos singularmente difíceis, como os que se sucederam ao 28 de Setembro de 1974 e 11 de Março de 1975, tendo-se a noção de que a acção de todos os militares em serviço no Comando do COPCON e Destacamento contribuiu poderosamente para reagrupar os ramos das Forças Armadas mais abaladas nos acontecimentos referidos.
3. Foi com particular atenção que os oficiais, sargentos e praças do COPCON e DFAD seguiram todo o processo que culminou com o abandono de funções por parte da grande maioria dos oficiais pára-quedistas.
4. Na sequência desses acontecimentos, em que, com exemplar noção do dever, foram garantidas a disciplina e o andamento de todos os serviços, por parte dos militares presentes na Base Escolas de Tropas Pára-quedistas, e nos seus destacamentos (pequena percentagem de oficiais pára-quedistas, a quase totalidade de sargentos e praças pára-quedistas e a grande maioria sem aquela especialidade mas servindo nas Unidades respectivas) foi afirmada pública e inequivocamente a intenção destas tropas se colocarem decididamente na linha de rumo da Revolução Socialista.
5. Não podem, deste modo, o pessoal do Comando do COPCON e alguns elementos do Destacamento do Forte do Alto Duque deixar de repudiar veemente a decisão de passar à situação de disponibilidade ou de licença registada as praças pára-quedistas - uma vez que, para além de, na prática, se destruir todo um trabalho de formação de pessoal altamente especializado que o povo trabalhador pagou, se vai retirar a esse mesmo povo uma força real incontestavelmente colocada ao seu serviço - e de apoiar incondicionalmente todas as formas de luta que os militares do BETP e seus destacamentos julgarem conveniente encetar.

Topo da página
Centro de Documentação 25 de Abril © 2017
Suporte: ucd25a@ci.uc.pt ; Sugestões: Formulário
www.cd25a.uc.pt
Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional