• Sugestões de Melhoria e Reclamações

    Na Universidade de Coimbra, a sua opinião conta.

    Por isso criámos o Sistema Integrado de Melhorias: um canal aberto para a apresentação de sugestões de melhoria ou reclamações, possibilitando assim que o possamos servir cada vez melhor.

    Para manifestar a sua opinião específica sobre a página web UC.PT, clique aqui.

    Obrigada.
    Universidade de Coimbra

    Imagem de teste reCAPTCHA
    Captcha incorrecto.
    Escreva as palavras acima: Escreva os números que ouve:

O Pulsar da Revolução.Dezembro 1973

3 de Dezembro
•O coronel Frade Júnior, enviado do general Kaúlza de Arriaga, faz entrega aos representantes  do Movimento de Capitães ex-cadetes  (Sousa e Castro e Tenente Nogueira de um documento que estes levaram à subcomissão de estudos da situação,  sobre a actuação deste na Abrilada de 1961, com o objectivo de provar a sua efectiva vontade de derrubar o regime. Em paralelo com esta actuação junto dos ex-cadetes, dois coronéis muito próximos de Kaúlza, encontram-se com vários líderes dos milicianos, comprometendo-se a solucionar o seu problema, se eles dessem o seu apoio a um golpe militar de direita.(JSC)
 

5 de Dezembro
•Reunião alargada da Comissão Coordenadora na Costa da Caparica. Presentes, além dos elementos da Comissão, Eurico Corvacho, Tomás Ferreira, Ataíde Banazol e Vasco Gonçalves.
Trabalha-se a terceira hipótese saída da reunião de Óbidos. É aprovada por maioria uma proposta que consiste em "continuar a apresentar ao Governo reivindicações de carácter exclusivamente militar, e com a maior realidade, mas de natureza tal que o executivo não tenha possibilidades de as satisfazer, originando-se assim uma forma de pressão que, na melhor das hipóteses,  leve à demissão do próprio Governo, e na pior, ao devido encaminhamento para a primeira hipótese" 
É eleita a Direcção da Comissão Coordenadora, que irá manter-se até 25 de Abril. Constituem-na Vasco Lourenço (organização interna e ligações), Vítor Alves (orientação política) e Otelo Saraiva de Carvalho (secretariado). A eles ficam ainda associados Hugo dos Santos e Pinto Soares.
•Encontro em Lisboa entre Frade Júnior, Freire Nogueira e Sousa e Castro, em que se discute um documento que especifique os objectivos de um eventual golpe militar dirigido por Kaúlza de Arriaga.
 

15 de Dezembro
•Reunião de Oficiais do Movimento em Santarém. Frade Júnior tenta convencer os oficiais presentes da necessidade de dar apoio a Kaúlza de Arriaga em detrimento de Costa Gomes e de António de Spínola.
 

17 de Dezembro
•O Major Carlos Fabião, a frequentar na altura um curso para oficiais superiores, no Instituto de Altos Estudos Militares, denuncia publicamente um golpe de extrema direita, preparado por Kaúlza de Arriaga (apoiado ainda por Silvino Silvério Marques, Luz Cunha e Henrique Troni), com a finalidade de "abater" Costa Gomes e António de Spínola. As unidades são alertadas para não tomarem parte em qualquer tentativa de golpe que alegadamente surja como sendo da responsabilidade do Movimento.
•Reunião da direcção da Comissão Coordenadora, juntamente com Hugo dos Santos e Pinto Soares. Discute-se a necessidade de esclarecimento do envolvimento dos pára-quedistas na " Kaulzada", bem como a situação emergente da denúncia de Carlos Fabião. Decide-se uma reunião alargada para o dia seguinte.
•Transferência para os Açores do cabo miliciano que alugou a sala para a reunião de Óbidos.
 

18 de Dezembro
•Reunião de emergência de parte da Comissão Coordenadora e Executiva do Movimento em casa de Vasco Lourenço. Está presente Avelar de Sousa, representante dos pára-quedistas, que não consegue esclarecer completamente o grau de envolvimento dos seus camaradas no golpe de estado de Kaúlza de Arriaga.
 

21 de Dezembro
•Reunião da Comissão Coordenadora em casa de Vasco Lourenço e de Sanches Osório.
•Vasco Lourenço e Diniz de Almeida são mandados apresentar no Quartel General de Lisboa. Ficam detidos. O primeiro, no quartel de Cavalaria 7 e o segundo, no quartel de Caçadores 5.
 

22 de Dezembro
•O Diário do Governo publica quatro decretos relacionados com as Forças Armadas. O primeiro cria o cargo de Vice-chefe do Estado Maior General das Forças Armadas, especialmente destinado a António de Spínola. Os três restantes visam interferir nas carreiras militares, de forma a corrigir os D. L. nºs 353/73 e 409/73. 
 

24 de Dezembro
•Embarque antecipado de Ataíde Banazol para a Guiné, ainda antes do seu Batalhão, cujo embarque estava marcado para dia 27 de dezembro.
 

28 de Dezembro
•O Conselho de Ministros aprova o Orçamento Geral do Estado para 1974, assim como alterações substanciais nos vencimentos do pessoal das Forças Armadas, especialmente oficiais. O posto de capitão é o que tem o aumento maior.
 

Ainda em Dezembro
•É criada a Organização Comunista Marxista - Leninista Portuguesa (OCML-P)

Topo da página
Centro de Documentação 25 de Abril © 2017
Suporte: ucd25a@ci.uc.pt ; Sugestões: Formulário
www.cd25a.uc.pt
Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional